Métodos Contraceptivos

1
publicidade:

Em outros tempos a família brasileira era um número grande, hoje está um pouco menor graças a métodos contraceptivos, então você pergunta o que é método contraceptivo?

São todas as medidas tomadas para que uma mulher não engravide, então nesse artigo, vamos explorar um pouco dessas informações, quais são os métodos contraceptivos mais atuais e alguns valores.

Existem diversos métodos anticoncepcionais, que podem ser fáceis e uns mais complexos, indo da tabelinha de fertilidade até intervenção médica ou auxilio de artifícios como DIU.

publicidade:
  1. Métodos Contraceptivos por Barreiras
  2. Métodos Contraceptivos Hormonais
  3. Métodos Contraceptivos Intrauterinos
  4. Métodos Contraceptivos Alternativos
  5. Métodos Contraceptivos Permanentes

Você sabe qual o melhor método contraceptivo?

Muitas mulheres se perguntam se existe realmente o melhor método contraceptivo, a resposta a essa pergunta é que não existe o melhor método, com tantas opções a mulher deve escolher a que melhor se adapta, ponderando os prós e contras de um método para outro.

publicidade:

Algumas questões são levantadas quando é necessário escolher o melhor método contraceptivo, envolvendo os seguintes temas:

  • Tempo e duração do método: curto, longo ou definitivo;
  • A frequência das relações sexuais;
  • Custo de tratamento, alguns podem ser baratos e outros nem tanto.
  • Efeitos colaterais de cada tratamento.
  • métodos contraceptivos

Esses são alguns temas que uma mulher deve se questionar ao escolher um método contraceptivo, claro que há mais temas a serem discutidos, mas cada mulher tem um interesse diferente, podendo variar por fatores sociais, econômicos e regionais.

5 métodos contraceptivos mais usados

Após entender um pouco dos temas e refletir de forma individual é necessário escolher um método contraceptivo, veja os mais usados, assim poderá escolher o que melhor se adapta.


  1. Métodos por barreiras

São formas usadas para impedir que o espermatozoide chegue ao óvulo, seja ele por forma física ou por substancias químicas, veja os principais:

  • Camisinha: usado por homens, não tem nenhum efeito colateral, além de auxiliar na prevenção e DST.
  • Camisinha feminina: cobrindo todo o útero, evitando que os espermatozoides cheguem ao ovário, não e tão usada, quando a versão masculina, mas também funciona como método preventivo a DST
  • Diafragma: um método contraceptivo usado por mulheres, consiste num objeto em formato de disco de silicone, que funciona como uma barreira que impede que os espermatozoides cheguem ao seu objetivo, há vários tamanhos e é necessário uma troca a cada período.
  • Esponja vaginal: Também usado por mulheres, usa a mesma lógica do diafragma, no entanto ela deve ser umedecida com um espermicida e não há vários tamanhos e deve ser retirado após a relação sexual;
  • Espermicida: pode ser em formato de gel, capsula que é necessário aplicar com até 30 minutos de antecedência antes da relação sexual e deve ser lavado até 8 horas após o ato, no entanto é um método perigoso, pois sua eficácia pode ser reduzida se não usado e forma correta ainda podendo engravidar e causar má formação no feto.

É um dos métodos mais baratos, pois podem ser encontrados em farmácias a maioria deles.


  1. Métodos contraceptivo hormonal

São formas e artifícios utilizados para alterar o ciclo menstrual, são usados nesse tratamento progesterona e estrogênio, podendo ser feito por:

  • Comprimidos: são capsulas ingeridas diariamente pelas mulheres, esse método inibe a ovulação, mas é necessário ficar atenta para que tome todos os dias, para que o efeito não perca a eficácia, aumentando as chances de ficar grávida.
  • Adesivo: Recém chegado ao mercado e pouco conhecido, é um adesivo que é colado ao corpo por até 7 dias, sendo usado por 3 por mês, 1 por semana, no entanto a mulher deve parar em uma das semanas que desejar para menstruar.
  • Injeção: algumas mulheres preferem esse método, pela duração no máximo 4 por ano, efeitos colaterais são poucos e semelhantes aos comprimidos, como ganho de peso e variação de humor em pequenos períodos.
  • Anel vaginal: Feito de silicone, com formato flexível, posicionado no canal vaginal que solta pequenas quantidades de hormônios, durante até 3 semanas, com um intervalo de 1 semana para menstruação.

O valor pode variar de acordo com a dosagem e uso, devendo ser indicado pelos médicos, alguns podem passar facilmente de R$ 100,00


  1. Métodos Contraceptivo intrauterinos

São métodos que são introduzidos no corpo da mulher para impedir que espermatozoides alcance o útero e fecunde o óvulo.

O mais conhecido é o DIU, um objeto em formato de T feito de plástico flexível, que fica dentro do útero, sendo colocado por um médico especialista.

O DIU necessita ser trocado a cada 5 anos, se for o DIU Mirena, revestido de progesterona, o tempo é maior, aproximadamente 10 anos, mas o médico deverá ser consultado.

Ao serem removidos a mulher poderá engravidar normalmente, sem ações ou intervenções de substancias químicas, exceto no caso do DIU Mirena.

Esse método é um dos mais caros, pela duração e pela eficácia, além de ser necessário um especialista para introduzir corretamente.


  1. Métodos contraceptivos alternativos

Para prevenir a gravides há diversos métodos, muitos deles foram utilizados por antepassados, não são tão seguros quantos os demais, mas funciona se usado corretamente, veja os principais:

  • Interrupção do coito: consiste na retirada do pênis momentos antes da ejaculação, no entanto há algumas observações a serem feitas, como o momento certo, caso demore poucos segundos o liquido pré-seminal, que contém uma quantidade baixa de espermatozoide, pode fazer com que a mulher fique gravida, não sendo tão seguro método contraceptivo.
  • Tabelinha: muito usado no passado, consiste no ato sexual 48horas antes da ovulação da mulher ou depois dele, isso reduz o risco de engravidas, lembrando que esses cálculos podem falhar se o ciclo não for regular.

Esses métodos alternativos não custam nada, mas a taxa de engravidar é alta, então se você quer segurança, opte por outro método, pode não custar nada na hora, mas poderá gastar com fraldas no futuro.


  1. Método contraceptivo permanente

Na maioria deles são invasivos, por meio de cirurgia, esse método é para quem já constituiu família ou não tem interesse mais em engravidar, os mais populares são:

  • Vasectomia: pequena cirurgia que interrompe o processo em que o espermatozoide seja expelido no liquido ejaculatório.
  • Ligadura das trompas: do mesmo jeito que a vasectomia, interrompe a passagem dos espermatozoides, obstruindo por meio de uma pequena incisão cirúrgica.

Os métodos definitivos devem ser pensados com cautela, uma vez realizados são dificilmente reversíveis.

Existe também o método contraceptivo de Urgência, com a pílula do dia seguinte.

Esses são os métodos mais populares, ainda há outros em desenvolvimento, que podem chegar as farmácias ou serem indicados por médicos especialistas, mas até lá encontrar o melhor método contraceptivo é um desafio encontrado por muitas mulheres.

Veja também esse artigo completo no site Gineco!

COMPARTILHAR

1 Comentário

  1. Oi, gostei do post mas ainda estou na dúvida sobre o melhor anticoncepcional pra mim. Estive pensando em optar pelos injetáveis. Vocês tem algum post falando sobre eles? Pesquisando tenho visto bons relatos sobre o Cyclofemina. Achei este link http://www.cyclofemina.com.br/ mas quero mais informações, saber melhor sobre as experiências pessoais com ele.

DEIXE UMA RESPOSTA