Impactos Ambientais no Pantanal

0
anúncios:
anúncios:

Considerado um dos biomas brasileiros, o Pantanal é constituído por uma savana estépica, alagada com cerca de 250 km². O bioma em questão é predominante no Mato Grosso e no noroeste do Mato Grosso do Sul, pagando também uma parte do norte do Paraguai e leste da Bolívia.

Veja Também: Aquecimento Global

Pantanal – Características

O clima predominante no local é quente e úmido no período do verão e mais frio no inverno mantendo a condição de umidade em função do processo de evapotranspiração que está relacionado a água acumulada no solo nos períodos de cheia. As diferenças entre as estações são bem marcantes, diferenciando bem as estações de seca e mais chuvosas.

publicidade:

As médias de temperatura anuais registradas são de 25 graus, com mínimas de 15 e máximas de 34.

anúncios:

O solo apresenta característica arenosa e são considerados pobres nas regiões profundas e férteis na cama superficial em função da decomposição da matéria orgânica proveniente de restos de animais e vegetais. As chuvas no local são o fator determinante para indicar as suas condições gerais, sendo bem alagado no verão e seco no inverno. Enquanto que as regiões mais altas quase nunca são atingidas pelas cheias, as mais baixas estão quase sempre submersas.

pantanal_

anúncios:

As serras e morros apresentam calcário e também é possível encontrar depósitos de sais minerais em quantidades suficientes para a comercialização. Essa característica está diretamente associada às lagoas, onde há uma alta concentração dos mesmos, com destaque para os períodos de estiagem e evaporação que vão para as margens dando origem ao halo.

Na questão da biodiversidade, o Pantanal é considerado um dos biomas mais ricos do Brasil. No entanto o que tem levado o local a severas alterações é a busca pela rentabilidade que tem crescido de maneira significativa e diversas ações humanas. Por seu sistema ser todo interligado, uma simples mudança pode ocasionar em consequências significativas para todo o resto.

Impactos ambientais no Pantanal

Assim como outros biomas existentes no Brasil, o Pantanal também é vítima das ações impensadas do homem causando impactos ambientais e problemas ao meio ambiente.

impactoambiental

Dentre os principais problemas destacamos a utilização de cargas pesadas e agroquímicos, tal como a exploração de diamante e ouro. Os planaltos são afetados pela utilização intensa do mercúrio o que leva a diversas transformações regionais que inclusive estão sendo avaliadas pela Embrapa Pantanal, onde ocasionam na contaminação de peixes e jacarés.

O Pantanal também sofre com a remoção da vegetação predominante para a implementação de lavouras e pastagens. A consequência é que todo o habitat local é devastado agravando os processos erosivos nas bordas. Com o assoreamento da planície há uma intensificação das inundações prejudicando toda a fauna e flora.

impactoambiental2

A ocorrência em questão se dá no Rio Taquari, levando a inundações permanentes de uma área estimada em 11 mil quilômetros quadrados, incluindo sub-regiões da Nhecolândia e Paiaguás.

Muitas pessoas têm migrado para a região em busca de melhores condições de vida que gera um outro problema em função da ocupação humana em áreas de preservação ambiental, com isso também temos o esgoto não tratado, acúmulo de lixo e poluição em geral.

A pesca predatória é um outro fator preocupante na questão de impactos ambientais, pois a região é bastante bem explorada por sua grande diversidade de peixes. Isso provoca um desiquilíbrio, e se nada for feito, já se fala na possibilidade de extinção de algumas espécies.

Com o garimpo, praticado na cabeceira do Rio Paraguai o impacto ambiental está associado à poluição com produtos químicos utilizados durante o processo.

impactoambiental3

O turismo desordenado contribuí para a ampliação dos problemas ali encontrados, no entanto, sempre existe uma maneira de fazê-lo de forma sustentável, assim como a exploração de riquezas sem levar a degradação.

Com uma fiscalização mais ativa e a aplicação das leis que já existem, mas ninguém leva a sério, a situação pode ser revertida. Nestas condições podemos concluir que o Pantanal brasileiro está indo pelo mesmo caminho que a Mata Atlântica, o Cerrado e também a Amazônia.

Deixe um comentário!

anúncios:
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA