Extrativismo Animal no Brasil

0
anúncios:
anúncios:

O extrativismo animal no Brasil sempre esteve presente na vida do homem e na sociedade. Ele é uma atividade econômica de suma importância para que a população possa obter os recursos oriundos da natureza e terra a seu dispor.

Sem dúvida, os alimentos que chegam à sua mesa diariamente como carnes, peixes, crustáceos, frangos e qualquer outro, contribuíram para o crescimento do extrativismo animal no Brasil e isso é uma excelente notícia para que a economia se movimente!

extrativismo7

publicidade:

Como fonte de renda, o extrativismo animal no Brasil emprega mais de 1 milhão de profissionais direta e indiretamente. Normalmente, os que se dedicam a essa prática fazem parte das atividades de pesca e aqüicultura. Ele é como se fosse uma indústria de base!

anúncios:

Veja Também: Saiba mais sobre o SISPASS IBAMA

Extrativismo é a coleta de produtos gerados pela natureza, no qual, podem ser de origem animal, vegetal e mineral. As três podem ser encontradas aqui no Brasil. Vale informar que esta trata-se da atividade mais antiga desenvolvida pelo ser humano.

anúncios:

Resumo do Extrativismo Animal

Se diz respeito a caça e a pesca, no qual, ainda são praticados no Brasil, mesmo muitas vezes sendo atividades irregulares. São capturados: captura de animais selvagens, aves silvestres e peixes.

Além do extrativismo animal, você também vai saber e entender melhor sobre o extretivismo mineral e vegetal, confira:

Extrativismo Vegetal – Exploração de recursos nativos e naturais de um lugar. Tipos de produtos: madeira, borrachas, ceras, fibras, frutos, nozes, folhas e raízes medicinais, aromáticas, corantes e alimentícias. O principal produto de extração no Brasil é a madeira, que é muito realizada na Amazônia.

Extrativismo Mineral – É a exploração dos recursos minerais da terra para ser usado em industrias , ou para consumo imediato, caso da água mineral. São destaques de mineração: o Carajás e Rio Trombetas, no Pará, com a extração de ferro e bauxita; a Serra do Navio, no Amapá, com a extração de manganês e a Serra Pelada, também no Pará, extraindo ouro.

Em relação a comercialização do extrativismo animal no Brasil, a pesca e aqüicultura são responsáveis por produzirem mais de 1 milhão de toneladas por ano. Isso significa que só ele movimenta cerca de 5 bilhões de reais. Já imaginou como seria se não existisse essa atividade?

A maior concentração para a execução dessa prática se localiza nas regiões litorâneas ou ribeirinhas por serem de fácil acesso para pesca e outras práticas legalizadas.

Extrativismo Animal no Brasil

É bom que você saiba que as atividades de extrativismo animal no Brasil são fiscalizadas rigorosamente pelo IBAMA. Sendo assim, os profissionais capacitados que atuam diretamente com o extrativismo necessitam de autorização prévia.

E não somente isso, eles são monitorados periodicamente a fim de que o objetivo de garantir a exploração adequada seja cumprida corretamente. Com isso, permitirá que a continuidade dessa exploração dos recursos naturais seja efetivamente constante e proveitosa.

Conheça abaixo detalhadamente o que é extrativismo e as dificuldades encontradas nessa prática no país.

Extrativismo – O que é?

É a prática de extrair os recursos naturais sejam eles de origem animal, vegetal, mineral. É uma das atividades mais antigas do Brasil que tem como objetivo desenvolver a economia e fortalecê-la.

Também possui como foco a sobrevivência do homem, pois todas essas práticas têm como finalidade suprir a necessidade humana como é o caso da comida.

Extrativismo Animal

É a extração (captura) de animais em seu habitat a fim de movimentar a economia e gerar emprego. A sua prática é muito antiga desde os primórdios o homem caça, pesca para, sobretudo, sobreviver. Mas, hoje é uma das atividades legais no país.

Como exemplo, podemos citar a pesca que deve ser regida de acordo com as regras impostas e da caça que, atualmente, é uma prática ilegal no Brasil (feito apenas em comunidades indígenas).

Extrativismo Animal no Brasil

 

Dependendo de como é praticado o extrativismo animal no Brasil, ele pode ser caracterizado como predatório.

Vemos como exemplo a pesca que pode ser para fins artesanais ou ter fins comerciais. Muitas vezes, o extrativismo animal pode colocar as espécies animais em risco de extinção como também comprometer o equilíbrio ecológico de uma determinada região.

A atividade do extrativismo animal cuja execução é feita em animais silvestres como jacarés, onças, macacos e pássaros é proibida por lei federal. Embora seja ilegal, ainda é uma prática que ocorre freqüentemente em regiões e por pessoas sem autorizações.

Dificuldades do extrativismo animal no Brasil

As dificuldades enfrentadas com o extrativismo animal no Brasil são corriqueiras. Os maiores problemas se destinam as atividades irregulares, tais como:

  • Captura de animais selvagens
  • Comercialização de peixes em extinção
  • Desrespeito às épocas de procriação
  • Maus tratos nos animais

Apesar do IBAMA tentar várias vezes atuar nas diversas regiões, muitos não querem saber de conhecer os impactos freqüentes do extrativismo ou, simplesmente, ignoram a necessidade de controle dessas atividades. Com isso, acaba por prejudicar a continuidade dessa atividade econômica a médio e longo prazo.

Extrativismo Animal no Brasil

Você pode notar no caso da caça, por exemplo. Ela é proibida na maioria das regiões do país, exceto nas reservas indígenas. Já a pesca deve evitar as épocas de reprodução e também o tamanho ideal dos peixes.

Se essas regras não são respeitadas, o extrativismo animal no Brasil começa a ficar ameaçado dentro do aspecto do seu desenvolvimento econômico. Além disso, pode acarretar problemas ambientais como a extinção de espécies e a redução da biodiversidade.

Gostou de saber de todas essas informações a respeito do extrativismo animal no Brasil? Então, deixe seu comentário abaixo! Se quiser, compartilhe!

Deixe um comentário!

anúncios:
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA