Como importar da China para o Brasil

0

anúncios:

Não é de hoje que muitas pessoas buscam como alternativa, a importação de produtos de outros países. Isto acontece em função das altas taxas de impostos praticadas no Brasil para determinados itens. A importação, na maioria das vezes, resulta em uma grande economia financeira, especialmente se você é um revendedor, podendo até mesmo potencializar o seu lucro.como-importar-da-china

Você ainda pode optar por sites de compras da China que exportam para o Brasil. Periodicamente estas páginas oferecem promoções especiais, e dependendo do meio utilizado para o transporte, a mercadoria importada pode chegar rapidamente em suas mãos.

Veja Também: Conheça a relação de tamanho de sapatos entre Brasil, China e EUA



Importando da China para consumo próprio ou revenda

Um dos sites de importação da China mais conhecidos é o DealExtreme. O suporte para compra permite que você se mantenha informado em relação a trajetória dos produtos que adquiriu enviando todas as informações por e-mail. O que chama atenção é que ele fornece frete grátis para o Brasil em diversos deles.

Várias pessoas já experimentaram e, segundo relatos, não houveram problemas. Os produtos encontrados no site são de qualidade, só pelo tempo que atuam neste segmento já indicam credibilidade.

Os clientes que compram pelo DealExtreme dizem que raramente algum produto é barrado pela receita ou taxado, com a vantagem fica a critério do comprador escolher a embalagem, sendo possível optar por aquela sem o logotipo da empresa, que reduz mais ainda as chances de que a taxação venha a ocorrer.

Precisa ter experiência para importar da China

Ainda que você seja um usuário sem experiência no quesito de importação, ao optar por fazer as suas compras no DealExtreme poderá conclui-la sem muitas dificuldades. Para começar a utilizá-lo é necessário possuir uma conta de acesso. O seu processo de cadastro deve ser feito ao clicar sobre a opção “Join Free” no canto superior direito da página, onde será necessário preencher o formulário de registro informando o seu e-mail e nome.

Quanto a importação legal de produtos da China

A legislação brasileira não permite a importação de alguns tipos de produtos, é importante saber o que é possível e o que não é para que não haja problemas de apreensão de mercadorias ao revendedor. Abaixo uma lista com relação aos itens proibidos perante à legislação brasileira:

– Animais vivos e produtos animais;

– Produtos do reino vegetal;

– Produtos das indústrias alimentares como: bebidas, vinagres, líquidos alcóolicos e tabaco;

– Armas e munições e qualquer tipo de acessório relacionado;

– Produtos das indústrias químicas;

– Qualquer objeto ou produto que atente contra a Segurança Nacional.

Algumas recomendações básicas para quem está começando a importar é quanto a procedência dos locais. Certifique-se de que eles não são duvidosos, uma atenção especial quanto a idoneidade, especialmente sob estas circunstâncias, é sempre bem-vinda.

Produtos apreendidos sempre geram consequências aos revendedores, e nem sempre os fornecedores têm conhecimento daquilo que é ou não permitido em nosso país, ficando a cargo do mesmo realizar esta averiguação antes de importá-lo.

Importando da China usando drop shipping

chinaUma opção interessante para comerciantes que não dispõem de muito capital para iniciar os seus negócios é através do sistema conhecido como dropshipping. A ideia é que mesmo que você não possua estoque físico, os produtos passam a ser enviados diretamente do fornecedor ao cliente, sendo que o revendedor obtém o seu lucro baseado na diferença encontrada no preço dos produtos de atacado e varejo.

O processo de importação legal requer um contrato entre o fornecedor por intermédio do formulário de vendas. Ao estabelecer contato, já será possível realizar a importação em conformidade com as regras impostas pelo Brasil de produtos.

Existe um limite de até U$ 3.000,00 no perfil de pessoa física ou em moeda estrangeira equivalente. O acréscimo que incidirá sobre o valor do produto é de 60% + frete. Para quem deseja realizar a revenda, o imposto de ICMS também é adicionado, variando até 18%, a depender do produto.

Fica a critério do fiscal fazer a avaliação quanto ao valor declaração e sua compatibilidade em relação à mercadoria, podendo até mesmo fazer o recálculo para a aplicação de um novo valor acrescido de impostos.

Uma dica interessante para quem quer se aprofundar mais é consultar o e-Book do site Clube Monetizar que destaca os 7 melhores fornecedores da China para realizar importações de produtos baratos e com segurança, confira!

Deixe um comentário!

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA