Comidas Típicas do Norte

0
publicidade:

A riqueza do povo brasileiro está nos costumes e diversidades culturais de pessoas que habitam os diferentes cantos do nosso país. O nosso costume, a maneira de sermos e como vivemos é refletido na música, arquitetura, obras de arte e até mesmo na gastronomia.

Hoje falaremos um pouco sobre as comidas típicas do norte que possui uma forte influência indígena, com muitas carnes de caça e espécies peixes. Abrigando também a região da floresta amazônica é composta pelos estados do Amazonas (AM); Acre (AC); Amapá (AP); Roraima (RR); Rondônia (RO); Pará (PA); e Tocantins (TO).

comidas-tipicas-do-norte

publicidade:

Há vários ingredientes em comum nas receitas e que são muito apreciados por lá, dentre eles destacamos: milho, mandioca, farinha d’água, farinha seca, farinha de peixe, guaraná em pó, açaí, cupuaçu, castanhas, peixes variados.

publicidade:

No Amapá a carne de sol é muito consumida entre a população. Já em cidades como Belém e Manaus, podemos encontrar pratos como o tucupi e tacacá. Na Ilha de Marajó o destaque fica por conta do frito de vaqueiro que é feito de cortes de carne de búfalo e tendo como acompanhamento pirão de leite. Em função da grande biodiversidade da Amazônia, temos acesso a frutas como: cupuaçu, bacuri, açaí, taperebá, graviola, buriti, tucumã, pupunha, também muito consumidas.

Comidas Típicas do Norte

Pato no Tucupi

Pato no Tucupi

É um prato muito popular do norte brasileiro, composto por pato, jambu e tucupi. Alguns outros temperos também podem ser acrescentados. O acompanhamento é com farinha de mandioca e arroz.


Pirarucu à casaca

Pirarucu à casaca

Pirarucu à casaca também é muito conhecido na região. Nos ingredientes constam, peixe, manteiga e colorau. A receita também acrescenta bananas pacovão fatiadas e fritas, ameixas pretas e farinha do Uarini torrada.

Uma curiosidade interessante é que especialmente no Acre, a comercialização do peixe é bem alta.


Caldeirada

Caldeirada

É um dos pratos típicos feitos com peixe em postas (dourado, filhote, pescada amarela, tucunaré, entre outros), também são acrescentados temperos, ovos, azeite e tucupi.


Mojica de peixe

Mojica de peixe

O preparo da mujica de peixe pode ser feito com tambaqui desfiado, pimenta-do-reino, farinha, pimenta-de-cheiro, cheiro-verde, alho, tomate e cebola.


Tacacá

Tacacá

Muito semelhante à sopa feita com goma e tapioca, o tacacá é uma receita de origem indígena, acrescenta caldo de tucupi, sal, jambu, camarão, alho e pimenta.


Maniçoba

Maniçoba

É um tipo de feijoada utilizando as folhas da mandioca. A esses ingredientes são acrescentados costelinha e carne de porco. O acompanhamento fica a cargo do arroz, farinha e pimenta.


Dentre essas receitas, também destacamos a Gurijuba, Damorida e Bolo de Macaxeira (também conhecida como aipim nas regiões sudeste e sul).

Aspectos culturais da região norte

O norte possui as suas festas tradicionais onde a culinária também marca presença. Dentre as maiores delas está o Círio de Nazaré, que acontece no segundo domingo de outubro e chega a reunir mais de 2 milhões de pessoas. Há também o Festival de Pirintins, mais conhecida como festa do boi-bumbá que ocorre em junho, no Amazonas.

O Círio de Nazaré é uma das maiores procissões católicas do Brasil e também uma das festas mais bonitas de caráter religioso. Ela é realizada em Belém do Pará há mais de dois séculos! O espetáculo acontece nas ruas e homenageia Nossa Senhora de Aparecida, a mãe de Jesus.

Já o boi-bumbá é uma das vertentes do bumba meu boi, uma festa tradicional e antiga e a melhor forma de distração popular. A festa foi introduzida pelos colonizadores europeus e é classificada como a primeira expressão do teatro nacional.

Há também o carimbó, que é um estilo musical cultuado no estado do Pará, onde a dança, consiste na formação de fileiras de homens que direcionam as mulheres batendo palmas.

O artesanato é outra atividade que se mostra muito presente. Todos os trabalhos são confeccionados em fibras, coquinhos, cerâmica, pedra-sabão, barro, couro, madeira, látex, e etc. Os Karajá são conhecidos como ótimos artesãos na categoria plumária e cerâmica.

publicidade:

No Tocantins encontramos várias peças de artesanato feitas com capim dourado, uma tradição local por ser uma planta exclusiva do estado. Caracteriza-se pela grande quantidade de produtos como bolsa, enfeites, pulseiras, brincos e mandalas.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA