Cidades Históricas de SP

0
anúncios:
anúncios:

O interior pode ser uma opção interessante de viagens para você que está planejando um passeio, mas ainda não sabe onde ir. Em função do intenso fluxo de imigrantes, essas cidades retêm uma alta fusão cultural, com ótimos pontos turísticos para se visitar e aprender sobre a história e costumes locais.

Veja Também: Melhores Cidades do Interior de SP

Apresentaremos neste artigo algumas cidades históricas de SP que merecem sua atenção, seja por sua importância histórica, ou por ser referência para turistas. A ideia também é destacar informações sobre a formação, pontos turísticos e etc.

publicidade:

Cidades Históricas de SP – Veja como visitá-las

Bananal

bananal

anúncios:

Apesar das informações sobre a data da sua formação serem incertas, acredita-se que Bananal tenha sido formada em meados do século XVII e XVIII, dentro do ciclo do ouro no Brasil.

Dentre os pontos turísticos destacamos a Cachoeira do Bracuí, sendo que o acesso possui uma trilha de 3,5 km levando a sequência de quedas e poços para banho. O passeio inicia a partir da Pousada da Terra.

anúncios:

A Fazenda Resgate consiste em um casarão construído na época do Ciclo do Café, em função disso mantém todos os cômodos originais, incluindo a senzala e a capela. Também conta com preciosidades que incluem pinturas, santos de madeira e móveis da época. O cravo (instrumento musical) é um dos principais destaques, por ser um objeto da Marquesa de Santos.

São Luís do Paraitinga

Localizado entre os municípios de Taubaté e Ubatuba, São Luís do Paraitinga teve a sua função no ano de 1769, é considerada um importante ponto turístico do Vale do Parnaíba em função do seu Centro Histórico e também tradições caipiras que incluem a Folia do Divino e Carnaval de Marchinhas.

O Parque Estadual da Serra do Mar é uma ótima pedida para quem está buscando por aventura, pois oferece vários tipos de trilhas, sempre feitas com o auxílio de um guia, com destaque para a trilha da Pirapitinga que leva até a cachoeira das Andorinhas, a Poço do Pito, a trilha do Ipiranga que possui 14km com 6 horas de ida e volta, a trilha do Garcez e a trilha do Corcovado que é considerado por muitos, o trajeto mais difícil, porém é compensado com a vista do litoral de Ubatuba.

Paranapiacaba

Cidades Históricas de SP

O nome significa “lugar onde se vê o mar” em tupi-guarani, o território possui a localização serrana. Seu início seu deu com operários da estrada de ferro Santos-Jundiaí que teve a sua inauguração em 1867, requisitando a fixação para manutenção, sendo construída a Estação Alto da Serra, que foi o primeiro nome concedido ao vilarejo.

Uma das atrações é o Expresso Turístico, cuja viagem é feita a bordo de carros de aço que são puxados por uma locomotiva à diesel. Ele costuma partir pontualmente às 8h30 da Estação da Luz e oferece uma viagem de 1h30 de duração atraindo muitos turistas. É bem comum ouvir a profusão de sotaques paulistanos, interioranos e até mesmo línguas estrangeiras como o alemão e francês ao caminhar pelos vagões.

Como o Alto da Serra foi restaurado, funciona também como o ponto de desembarque do Expresso Turístico, o destaque fica por conta do relógio icônico do local que reproduz o Big Ben. Os turistas também podem visitar o Museu do Sistema Funicular onde estão presentes os trens e vagões utilizados no período imperial para transportar D. Pedro II.

Iguape

Cidades Históricas de SP

Abriga um patrimônio histórico muito interessante. Foi fundada em 1538 e é uma boa alternativa para quem deseja explorar o interior de São Paulo em busca de raridades. Iguape possui menos de 40 mil habitantes, mas é um destino muito requisitado por viajantes que estão em querendo paz e tranquilidade.

Seu nome provém do tupi e quer dizer “na enseada” em referência a sua localização. Dentre os principais pontos turísticos está a praia da Jureia, Boqueirão da Barra do Ribeira e a Praia de Leste.

Possui um museu histórico e arqueológico, centro histórico, a igreja da Basílica e também diversas trilhas ecológicas. Seu ciclo histórico se baseou no ouro e aluvião, posteriormente do arroz.

Veja Também: Cidades Históricas de MG

Deixe um comentário!

anúncios:
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA