Aviso Prévio de 90 dias

0
anúncios:
anúncios:

Todos devem saber que, além de ser, algo muito importante para todos, os assuntos relacionados a vida profissional das pessoas, devem ser todos, tratados de uma forma muito bastante atenciosa, ou seja, não importa o quanto você precisa resolver algo, é necessário que procura sempre a melhor opção para que enfim, tudo seja resolvido da melhor maneira possível.

Sobre o Aviso Prévio

Ser desligado de alguma empresa, é algo que nem sempre nos cai bem, isso em relação ao desligamento por justa causa, algo que nós temos que procurar saber mais.

De acordo com informações da Câmara, foi aprovado nesta quarta-feira (21) o projeto que visa aumentar o prazo de concessão do aviso prévio nas demissões sem justa causa.

publicidade:

Segundo as informações, esta proposta concede ao trabalhador, o direito de receber até o máximo de 90 dias proporcionalmente ao tempo de serviço prestado na mesma empresa. Geralmente, as pessoas quando querem tomar alguma iniciativa a respeito do trabalho, elas procuram a melhor solução, porém, quando se deve esperar por atitudes da empresa, temos que respeitar os limites.

anúncios:

E o aviso prévio de 90 dias?

180877Agora, além dos 30 dias proporcionais aos empregados que tenham um ano trabalhado, o projeto garante o acréscimo de três dias a mais por cada ano, seguindo assim, todos os trabalhadores que estiverem na mesma empresa e que marquem por dez anos, eles terão direito de receber dois meses de aviso prévio – um que já tinha direito mais os 30 dias referentes aos dez anos de serviço, e tem mais, para obter o máximo de 90 dias, o funcionário terá de ter 20 anos ou mais de serviço.

Para qualquer situações de leis nosso país, é necessário que o atual Presidente, no caso, Dilma, deverá precisar aprovar, enfim, para esta situação, já foi aprovado pelo Senado e, para que seja realmente seguida como, lei, será preciso a da sanção da presidente Dilma Rousseff. Esta medida, foi um avanço, assim se afirma a nota, divulgada pela Sindpd.

anúncios:

 

No mês de junho, quando foi lançado o julgamento pelo (STF) – Supremo Tribunal Federal, as ações sobre o no qual o aviso prévio proporcional, especialistas foram ouvidos pelo Estado afirmaram que a regra deve ser aplicada apenas ao empregador e não deve atingir o funcionário que pede demissão. Assim como muitos necessitam de um trabalho, também, devem ter os seus direitos atendidos, ou seja, é necessário que as pessoas respeitem da melhor forma possível.

Para finalizar a nota, foi citado mais sobre  o acordo com esse entendimento, no qual, o artigo da Constituição, regulamentado pela lei, fala dos direitos dos trabalhadores e não do direito dos empregadores, resumindo, esta é uma situações que só irá trazer melhorias os trabalhadores. Para mais detalhes, acessem o site www.sindpd.org.br.

Deixe um comentário!

anúncios:
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA