Arte Grega e Romana

0
anúncios:

 

Saber apreciar e reconhecer as características presentes em obras de arte é fundamental para entendermos mais sobre a cultura e os costumes de povos de determinadas épocas.

A arte traduz experiências de vida, além de ser um ótimo veículo para informação. Ela se manifesta das mais variadas formas possíveis, seja através da escrita, escultura, música, arquitetura, pintura entre outros meios, todos representaram a expressão e transmite uma mensagem ao seu modo.

anúncios:


O objetivo do nosso artigo é o foco na arte Grego e Romana, o resumo irá abranger informações sobre as principais características e peculiaridades de cada uma delas.

anúncios:

Veja Também: Cultura Africana

Cultura Grega e Romana – Resumo

Segue um breve resumo dividido em em Arte Grega e Arte Romana:

anúncios:

Arte Grega

grega

A contemplação da arte grega se dá através da natureza, além da perfeição, também havia a busca pela democracia, racionalismo, amor pela beleza e vida.

As representações buscavam, através das artes, retratar cenas do cotidiano grego, acontecimentos históricos e especialmente temas religiosos e mitológicos. Os templos, muito comuns, eram erguidos em homenagem aos deuses gregos.

Dentre os templos mais famosos, citamos o Acrópole de Atenas, que foi erguido no ano de 447 a 438 a.C, o destaque vai para o fato de que ele foi feito sobre o ponto mais alto da cidade, sendo também utilizado como um ponto de observação militar. As colunas do templo seguiam o estilo arquitetônico dórico.

Os estilos arquitetônicos eram divididos em 3, sendo eles: Jônico, Dórico e Coríntio.

Arte Grega – Esculturas

Já as esculturas gregas retratavam o corpo humano e sua perfeição, em razão disso, os escultores gregos costumavam representa-la com a nudez, pois acreditavam que a beleza se manifestava desta maneira, natural, como viemos ao mundo.grega-2

Dentre os fatores importantes para as esculturas da época estava a personalidade do indivíduo a ser retratado, e algo ainda mais profundo, o acordo com a sua alma e estado de espírito.

Através das pinturas, havia a representação de temas como: batalhas, religião, cenas cotidianas, mitologias e aspectos da cultura grega. Os vasos eram de cor preta, e os artistas também deixavam as suas marcas, especialmente em templos e palácios.

Ao dominar a Grécia, os romanos ficaram impressionados com o estilo da arte em questão e tentaram trazer muitas dessas influências para as suas obras, em função disso, podemos notar várias semelhanças.

Arte Romana

Chegando até mesmo a “copiar” estátuas clássicas, o estilo de arte Romano possui muitas influências nas obras Gregas. O auge, em especial, é durante o período do Império Romano devido a construção de diversos monumentos públicos em homenagem aos imperadores.

romano2

Quanto a arquitetura, temos prédios, aquedutos, portais, monumentos e templos.

As cenas cotidianas, figuras mitológicas e religiosas, assim como conquistas militares estão entre os principais temas abordados nas obras Romanas.

Os gêneros comuns entre as pinturas também eram: paisagens, retratos, arquiteturas, pinturas populares e pinturas triunfais. Nas pinturas encontradas em murais, podemos notar a recorrência ao efeito 3D.

Arte Romana – Características

Dentre as principais características podemos citar: a busca do útil imediato; senso de realismo; grandeza material e realce da ideia de força; energia e sentimento. Também há um predomínio do caráter sobre a beleza.

O Coliseu é uma das principais construções da Roma Antiga e até hoje é considerado uma das obras-primas da engenharia, com um anfiteatro capaz de abrigar 50 mil pessoas, foi construído por ordem do imperador Vespasiano onde é possível notar uma característica muito marcante na arte romana: o arco de abóboda.

Outra forte inspiração da arte romana está nos etruscos, que são os povos que vivam na Península Itálica, em especial quando falamos sobre arquitetura e urbanismo. romana1

A arte romana também tem as suas peculiaridades, que diferentemente dos gregos que faziam as suas construções para a morada dos deuses e menos aglomerações de fiéis, suas arquiteturas foram criadas com o intuito de promover o encontro de cidadãos, além é claro, de seus edifícios belos e majestosos.

O ideal da beleza, almejado pelos gregos, não era o foco das esculturas romanas, no entanto a representação das feições humanas era feita de maneira realista, a exemplo do busto encontrado na obra “Retrato de um humano”.

Vídeo sobre Arte Grega e Romana

Deixe um comentário!

anúncios:
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA